11/09/14 09:25

Ainda que caiam os Céus

Na União Soviética comunista o ateísmo era a única religião aceitável. As pessoas consideradas perigosas para o regime estavam sujeitas a todo tipo de acusação e sofrimento, inclusive a temida deportação para a gelada Sibéria. Ainda que caiam os Céus narra a emocionante história da família Kulakov nesse contexto.
Uma fé sólida e inabalável. Isso era tudo o que o jovem Mikhail Kulakov possuía. O governo comunista soviético lhe tirara a profissão, a família e a liberdade. Seu crime? Servir fielmente a Deus ou, nas palavras da KGB, promover "atividades antissoviéticas". 
Assim como seu pai e seu avô ele foi preso, interrogado e condenado a cinco anos em campos de trabalho forçado, onde suportou amargas provações, destinadas a sufocar o espírito e minar a vontade. 
Todavia, nem mesmo a perspectiva de banimento eterno numa remota vila da Sibéria o deteve de confiar firmemente nas promessas de Deus... Ainda que os céus caíssem.
O exemplo desse herói moderno da fé, vai emocionar você e reforçar sua confiança na providência divina.


http://www.livrariaadventista.com.br/ainda-caiam-p-488.html